Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

sábado, 31 de outubro de 2015

Nota de falecimento - Ludovico da Silva


Faleceu o fundador do GOLP (Grupo Oficina Literária de Piracicaba) ,  escritor Ludovico da Silva, aos 86 anos.
Natural de Piracicaba, São Paulo. 
Contabilista, Professor, Economista e Jornalista. 
Membro fundador do Grupo Oficina Literária de Piracicaba. 
Contista e cronista. Escrevia para jornais e revistas. 
Participante de diversas antologias. 
Premiado em concursos nacional e internacional. Teve o texto "O Brasil que Cabral não viu", vencedor do I Festival Literário, promovido pela E. S. A. "Luiz de Queiroz", da Universidade de São Paulo, ano 2000, encenado em espaços culturais piracicabanos, em comemoração dos 500 anos do descobrimento do Brasil. 
Agraciado com dezenas de medalhas e troféus, entre as quais a primeira Medalha de Literatura "Profa. Branca Motta de Toledo Sachs", no ano de 2006, prêmio instituído pela Secretaria de Ação Cultural da Prefeitura Municipal de Piracicaba.
Um dos coordenadores da página Prosa & Verso, publicada semanalmente pelo jornal A Tribuna Piracicabana, há 15 anos. Autor do livro "Diário de Um Ano Bissexto".
Uma perda irreparável para a literatura e para o grupo que fundou em 1989, há exatos 26 anos.
A APL envia condolências a toda a família.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Coletivos contemporâneos

 Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara

Novos tempos se anunciam enigmáticos... Observo a solitude  voluntária de alguns e o temor da solidão de outros que se juntam em bandos nas situações pontuais: casamentos, velórios, eventos festivos, cerimônias civis, redes sociais entre outras. E se aquietam com seus pares na esperança de dias melhores.


domingo, 18 de outubro de 2015

Ação-reflexão


Rosaly Ap. Curiacos de Almeida Leme

Há quem construa riqueza,
Casas palácios ,talvez,
Há quem cuide da beleza, 
Das roupas ou da nudez .

Há quem cuide da saúde 
Da vida ou do “açude”.
Há quem busque enriquecer,
“coisificando” o saber.

Quanto a mim construo sonhos,
Talvez durem um só momento,
Um a um eu os exponho 
Num encontro sentimento.

Esta è a minha coleção,
encontros para unidade
trabalho a emoção
dentro da realidade.

Sou “semeadora de sonhos “

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Oficina de Poesias no Colégio Dom Bosco Assunção - Piracicaba

Crianças do 4o ano escrevendo poesias após a oficina
Leitura dos poemas produzidos

Com duas das professoras do 4o ano

As poesias produzidas farão parte de um varal de poemas em outubro


Poesias ilustradas pelos próprios alunos





Oficina de Poesia

O que é uma oficina de poesia?
A palavra oficina deriva-se de ofício, trabalho, então, numa oficina de poesia trabalham-se palavras.

Quando me perguntam o que é poesia, eu respondo que é escrever com o coração.
Mergulhados no silêncio, ouvir a voz interior que sempre tem muito a dizer, mas que na correria não paramos para ouvir.
 E o poeta é aquele que consegue captar essa poesia e traduzir a linguagem do coração.
A verdadeira poesia nunca vai morrer porque ela está em tudo.
E o universo pode caber inteirinho em um só verso.
Poesia é um momento especial sendo eternizado.
Poesia é a arte de exprimir as emoções em palavras.
É a linguagem do coração. Ele dita e o poeta escreve.

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Queria, quero...


Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme
Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges


              Queria sentir uma brisa suave a acariciar o meu rosto,mas ocorre uma tempestade com raios que ofuscam minha visão cansada.
            Queria o bem rondando a vida de todos, mas os noticiários me falam de crimes, de mortes, de roubos, de corrupção, maldades contra tudo e contra todos...
              Apesar disto é preciso ter esperança. Esperança de dias melhores.
               Esperança de brisa suave acariciando nosso rosto, sussurrando paz.
               É preciso ter entusiasmo, alegria de viver e de proteger a vida e a vida em abundância como nos diz Jesus .

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz