Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

domingo, 5 de dezembro de 2010

Palavras da presidente


Apresentação

É com gosto muito especial que mais uma vez atendo ao pedido do meu amigo Acadêmico Armando Alexandre dos Santos, vice-presidente da Academia Piracicabana de Letras e editor da sua revista, escrevendo algumas palavras para a abertura deste segundo número da nossa publicação.
O lançamento do primeiro número, ocorrido no final de maio de 2010, em memorável sessão da Sociedade Beneficente Sírio-Libanesa, revestiu-se de grande brilho. A presença de quase todos os Acadêmicos com suas famílias, assim como de considerável número de pessoas amigas, provenientes de Piracicaba, Rio Claro, Limeira, Pirassununga, Campinas e São Paulo, prestigiou grandemente o evento, que encontrou favorável acolhida em nossa imprensa. O nível das matérias estampadas na Revista foi notado e reconhecido.
Meses depois desse lançamento, continuava ele repercutindo. Não somente nos chegavam elogios e pedidos de exemplares, de vários pontos do Brasil (afinal, é muito grande a “diáspora” de piracicabanos espalhados por todo o país...), como se multiplicavam os convites para participarmos de programas de rádio e televisão, alusivos à APL e a suas atividades, agora retomadas com nova força.
A APL foi, por força de lei municipal, oficialmente integrada à Comissão Municipal para Comemoração de Eventos Cívicos. Dentre os 14 integrantes dessa Comissão, haverá sempre um representante da nossa Academia. No momento, esse representante nomeado é nosso diretor Acadêmico Felisbino de Almeida Leme.
A APL está, pelo segundo ano consecutivo, oficialmente integrada ao Prêmio Escriba de Literatura, cuja comissão organizadora é mais uma vez coordenada pelo mesmo Acadêmico Felisbino de Almeida Leme − por convite da Profa. Rosângela R. Camolese, Secretária Municipal da Ação Cultural − contando este ano com a participação ativa da Acadêmica Mônica Corazza Stefani e dos Acadêmicos Antônio Carlos Fusatto e Armando
Alexandre dos Santos. No documento oficial de abertura do Prêmio consta explicitamente que ele é realizado pela Secretaria Municipal da Ação Cultural através da Biblioteca Pública Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto, com o apoio da Academia Piracicabana de Letras.
A Academia tem participado ativamente da vida cultural e cívica da Cidade, fazendo-se representar por diretores seus em numerosas atividades públicas. Também fora da Cidade, em eventos de outras entidades análogas, a APL tem sido representada por diretores e associados.
Já está no ar o protótipo do nosso blog (academiapiracicabanadeletras.blogspot.com) – o qual está sendo instalado pelo Acadêmico Armando Alexandre dos Santos, com a valiosa ajuda da Acadêmica Ivana Maria França de Negri. Nessa iniciativa, a APL seguiu o bom exemplo das entidades irmãs piracicabanas que nos precederam nessa forma de divulgação cultural, o CLIP, o GOLP, o Clube dos Escritores e o Sarau Literário.
No momento a Diretoria está empenhada em reorganizar, do ponto de vista fiscal e institucional, a contabilidade da APL, de modo a esta se tornar quanto antes apta a poder pleitear, dos órgãos públicos competentes, ajuda financeira para suas atividades. A lenta e onipresente burocracia tem tornado essa tarefa mais demorada do que desejaríamos, mas temos a esperança de muito em breve poder dar boas notícias, a esse respeito, a todos os Srs. Acadêmicos. Entre outros, cabe ressaltar o empenho demonstrado, nessa tarefa, pelos Acadêmicos Waldemar Romano e Antônio Carlos Fusatto.
Estamos também empenhados no levantamento de fundos para a indispensável reforma da nossa sede oficial, situada, como é do conhecimento de todos, no andar superior do edifício da Rua do Rosário, 781, onde ocupamos há cerca de 20 anos, a metade dos fundos, da ala esquerda. Essa nossa sede ainda se encontra, por enquanto, em condições de conservação bastante insatisfatórias. Realizamos inicialmente uma completa desinsetização nas suas dependências – medida que se fazia mais urgente. No momento, estamos fazendo o reforço desse procedimento e dando os primeiros passos para uma reforma cabal das instalações − com vistas a podermos logo dar início aos cursos destinados a estudantes e abrirmos a sede à freqüência do público interessado. Obtivemos a doação de grande número de livros, que enriquecerão a nossa biblioteca. Também está sendo
estudada a colocação de películas especiais nos vidros, para controlar a excessiva entrada de luz no ambiente, devendo logo ser instalada, juntamente com uma nova pintura.
As despesas iniciais dessa fase de revigoração acadêmica foram cobertas graças ao idealismo e generosidade de alguns associados, mas tornou-se indispensável que, na forma do previsto nos estatutos sociais, se passasse a cobrar uma pequena contribuição mensal dos Srs. Acadêmicos. A quantia de R$ 10,00 por mês, bastante módica, é a que se pediu a todos. Um cobrador devidamente credenciado pela APL vem procurando a cada um dos associados, para lhes solicitar essa contribuição, que desde já agradecemos a todos.
Para substituir o Acadêmico Erasmo Prestes de Sousa, titular da cadeira no. 1 da nossa entidade, cujo falecimento registramos no primeiro número desta Revista, foi indicado, por moção da maioria absoluta dos membros com direito de voto, Mons. Jamil Nassif Abib, justamente respeitado e admirado pelo seu profundo conhecimento da História eclesiástica de Piracicaba e de São Paulo, assim como pelo seu trabalho religioso e social em nossa cidade. Muito espera a Academia de tão ilustre confrade, que passa a fazer parte do Conselho Editorial da Revista da APL.
É com tristeza que noticiamos o falecimento, ocorrido enquanto se ultimava a redação desta revista, do Acadêmico Hugo Pedro Carradore, titular da cadeira no. 32, figura particularmente respeitável entre nós, pelo seu profundo conhecimento histórico e como folclorista. Trata-se de uma grande perda para a Academia e para a sociedade piracicabana em geral.
Este segundo número da Revista da Academia Piracicabana de Letras é, conforme anteriormente anunciado, temático. Nele, cada um dos Acadêmicos está homenageando o seu patrono, na forma como julgou mais conveniente. Estão sendo incluídos todos os trabalhos enviados a tempo e nos parâmetros solicitados em circular enviada a cada um dos Acadêmicos. Como ficou ao critério de cada um a forma de que se revestiu essa homenagem, é muito grande a variedade de estilos e produções, o que realça a fecundidade que, graças a Deus, caracteriza nossa entidade. A impressão deste número somente foi possível graças às generosas doações das empresas Ventura S.A. e Viação Piracema de Transporte Ltda., às quais exprimimos nossos melhores agradecimentos.
A partir do próximo número, deveremos incluir na revista uma seção específica de noticiário, informando a todos os leitores as realizações e trabalhos dos nossos acadêmicos. É justo e, mais do que isso, indispensável, que sejam, dessa forma registrados triunfos de acadêmicos que a todos nos alegram, como por exemplo a recente premiação, em primeiro lugar, da Acadêmica Carla Ceres no 11º. Prêmio Escriba de Poesias.
Pedimos encarecidamente que todos os Acadêmicos mantenham nosso editor informado sobre suas atividades, para que essa seção possa ser bem completa e nenhum mérito deixe de ser devidamente registrado.
Agradecendo de antemão a cooperação de todos, despedimo-nos com nossos cumprimentos cordiais e votos de muita inspiração e fecundidade literária para o próximo número − o terceiro − da nossa Revista.

Atenciosamente,
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza
Presidente

Um comentário:

Carla Ceres disse...

Parabéns aos amigos da APL pelo blog e a revista! À nossa presidente e aos demais membros da diretoria, meus agradecimentos pela moção de aplauso e pelos inspiradores livros. Boas Festas a todos!

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz