Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

ROSA INSATISFEITA

Elda Nympha Cobra Silveira
Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior


A manhã despontou clara e reluzente e o sol a todo vapor foi irradiando seus raios luminosos por sobre a roseira, que toda feliz, desabrochava seus botões mesclados de branco, rosa e vermelho, numa nuance que poucos pintores teriam capacidade de reproduzir com talento.
Então, o astro rei admirando a beleza da rosa e vendo-a sorrir foi lhe perguntando:
-- Você gostaria de ser outra coisa e não uma flor?
-- Certamente... -- foi a resposta imediata!
-- O que, por exemplo?
-- Nem penso duas vezes: gostaria de ser uma mulher!
-- Mas você é tão perfumada e tão bonita. Por que essa escolha?
-- Ah! Você como sol, que tudo vê, que consegue entrar nos escaninhos mais ocultos, já abrangeu com seu discernimento as diferenças nos nascimentos entre meninos e meninas?
-- Qual é a divergência entre eles?
-- A começar pelo enxoval, os das meninas, são todos cor de rosa, lençóis recamados com florzinhas cor de rosa com fitilhos debruados ou festonês nas ourelas, e rendas rebordadas por todo o pano fino e macio. O quarto então é de uma delicadeza sem par, cheio de enfeitinhos, vasinhos nas janelas, papel de parede delicado, bercinho com cobertura de filó rosado e tudo enfim.
-- Sim, mas essa criança também vai crescer, não é?
-- Indubitavelmente, mas a mãe, as avós, as tias estarão em uníssono só pensando nas roupas da moda para vestir essa mocinha, e os seus quinze anos serão  comemorados com  todo requinte possível e ela valsará nos braços orgulhosos do seu papai pelo salão florido e iluminado.
-- Já pensou então como será seu casamento? Ela terá toda atenção com o seu vestido, a festa, na escolha e carinho do noivo, dos parentes e amigos. Ela, a mulher, será sempre o alvo das atenções.
O sol fica pensativo, fazendo uma expressão de dúvida e diz-lhe:
-- Tudo bem... Mas essa ilusão termina por aí!
-- Nem pense assim! Quem é que terá todas as atenções quando engravidar? A mãe será sempre enaltecida e querida por todos os seus e amada por seus descendentes até seus dias se findarem.
-- Tem razão. -- responde o sol. -- Mas já pensou como ela fica feliz e linda quando colocam o ramalhete de rosas em seus braços?  Enfeitando seus cabelos, seus vestidos, sua casa e a igreja do seu casamento e do batizado da sua prole?
-- Sabe que a mulher gosta quando é comparada com uma rosa? Para ela esse é um grande elogio porque toda mulher sabe que uma rosa vermelha é a expressão de beleza, perfume, feminilidade e paixão. A rosa é a personificação da mulher, e estará enfeitando-a quando partir para outra vida, para junto do Pai eterno.
Duas lagrimas de orvalho pontificaram em suas pétalas e escorreram por seus pés desnudos fincados em terra firme. Não eram de dor, mas de alegria, por descobrir que ela sempre seria o adereço da mulher, que não prescindiam uma da outra, que se completavam.

A primavera sempre será eterna quando estivermos satisfeitos com o que somos.

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz