Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

O NATAL JÁ FOI MAIS BONITO...

             

Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira no3 - Patrono: Luiz de Queiroz

            Infelizmente esta é uma grande verdade! No entanto não é possível deixar de valorizar uma data tão importante e fazer o mais bonito que se puder a fim de não permitir que a desilusão e o desencanto afastem ou enfeiem um tempo sagrado, sobretudo para os cristãos fazendo tudo principalmente, para, nesta época “endireitar os caminhos do Senhor” nem que seja a duras penas, acreditando firmemente que haverá dias melhores com novas ideias e ideais e menos dissabores tanto nos relacionamentos e nos comportamentos, quanto na perspectiva de se alcançar um mundo menos doente, infeliz e mais amadurecido. E, em meio a tanto conturbação que temos presenciado, torna-se urgente sejam tomadas providências de muita reflexão, força, coragem e perseverança para que a fé seja sacudida e acordada a tempo, e, restabelecida na verdade Daquele que vem e, levada mais seriamente em direção ao Cristo que veio ao mundo para salvar os homens de boa vontade.
            Não importa que o Natal já tenha sido mais bonito... O mundo mudou, a Vida mudou, os valores mudaram e tudo hoje ficou tão diferente, entretanto existe sim uma espera que precisa ser relembrada e aquecida, existe sim um desejo imperioso da necessidade de encontros e reunião de famílias e amigos como antes aconteciam. Isso não pode nem deve ficar esquecido num canto, nem desprezado ou largado em algum lugar do passado... É isso exatamente, o que há de conservar sem permitir apagar! Emoções ternas e ingênuas nas lâmpadas que se acendem em milhares de formatos e de cores que cintilam significando que o Natal Daquele Menino que está para chegar novamente deve ser conservado e, assim “preparado”, nada conseguirá destruir ou arruinar.
            Confiar e acreditar que, este mundo ainda tem jeito e que esse jeito depende da mudança e da crença no retorno da dignidade do Homem que, sem estar satisfeito com suas atitudes grotescas e degeneradas, no íntimo de si desejaria momentos que demonstrassem valer a pena viver, como lembrar-se de abraçar seu próximo, carentes os dois, os que oferecem seus braços, e os que anseiam ser abraçados, os que estendem suas mãos para amparar e, os que as seguram sofregamente como num grito de socorro, de piedade e esperança que poderão trazer a ambos, a tranquilidade e a paz.
            E assim, nesse ato de puro amor ressurgido em meio ao turbilhão das violências e dos desequilíbrios que se instalaram em tantos lugares da Terra, fazer surgir naquele horizonte, mesmo ainda longínquo, a Luz salvadora em forma desse Jesus que se aproxima mais no Natal desejando novamente compartilhar com Sua sagrada Face e doce presença, o porvir de um “novo Homem” mais limpo, mais caridoso, mais justo e mais renovado. Um Homem bom. Um Homem melhor!
            Então, quem sabe, ainda possa acontecer um milagre e, se conseguir fazer essa data do Natal, tão bonito como era antigamente...

            Um Feliz Natal a todos!

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz