Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Estudar é trabalho pesado

Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme
Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Algumas sugestões para você aprender melhor, com economia de tempo e transferência de aprendizagem.
Construa você mesmo o seu saber.
Use de alguns recursos que seguem:
1. Conheça o seu “eu” pedagógico, sem esse conhecimento dificilmente o resultado ocorrerá com bom sucesso e economia de tempo.
Você é mais auditivo, mais visual ou mais “cinestésico” (movimentos corporais) e sinestésico (desencadear de sensações subjetivas)?
Qual das nove inteligências você tem mais desenvolvida? (inteligência musical, lógico- matemática, linguística, esportiva, motora, espacial, intrapessoal, interpessoal, mística)?
Observação I- há dezenas de bons testes para ajudá-lo a conhecer o seu Q. I e o seu Q.E, além de descobrir quais as estruturas pedagógicas que lhe favorecem o aprendizado e a memorização de classificação, de inserção e exclusão. (Um bom pedagogo, ou um bom psicólogo pode lhe oferecer tais testes fazendo a análise que lhe ajudará no conhecimento do seu “eu” pedagógico).
2. Construa o seu plano de estudo baseado nos seus “sonhos” de suas realizações de aprendizado, não se esquecendo em estabelecer a coerência com relação a sua escolha profissional.
3. Selecione o que você deve ler sobre o assunto a ser estudado.
4. Organize o estabelecimento das prioridades. (Cuidado para não confundir a escala de importância com a emergencial).
5. Direcione seus estudos de forma adequada, não deixe que a especialização faça você perder a noção do todo, também não deixe que o todo impeça você de conhecer profundamente as partes e agudamente os detalhes importantes.
6. Leia com atenção o que você selecionou como necessário. (Descubra se você aprende melhor lendo primeiro o todo e em seguida lendo as partes, isto é, fazendo primeiro uma leitura geral e em seguida relendo parte por parte ou se você prefere ler parte por parte construindo o todo e posteriormente reler para a verificação do conhecimento global).
7. Sublinhe, anote, estude o vocabulário para maior compreensão, releia quantas vezes achar necessário, sintetize e memorize o que convier.
8. Busque sempre um número razoável de fontes confiáveis. Pelo menos duas, nunca muitas, a não ser que você vá elaborar monografia ou tese. Quando o assunto for polêmico é bom conhecer alguns diferentes modos de pensar sobre o tema. Contextualize sempre no tempo e no espaço em que se deu a elaboração do texto que você está lendo.
9. Reflita sobre o que leu. Faça as devidas transferências de aprendizagem em outros textos e com a realidade.
10. Faça uma releitura do texto conforme a sua reflexão, um bom instrumento para isso é formular seu próprio texto, em seguida verifique se houve coerência entre o texto original e o seu.
Observação: lembre-se, só você pode construir o seu conhecimento, os professores, os autores de livros, os meios de comunicação são meios para ajudar você a construir o seu saber que deve ocorrer num estabelecimento dialético, crítico, reflexivo numa dimensão de desenvolvimento sempre em espiral com retomadas desejáveis.
Alguns fatores que ajudam na aprendizagem:
Compreensão: fique atento à explicação da aula; procure entender o novo assunto; localize a essência, isto é a ideia central; aproveite bem o tempo; relacione o novo tema com temas anteriores estudados.
Concentração: concentre-se; descubra um lugar apropriado para estudar; tenha entusiasmo pelo estudo; evite distrações circunstâncias; sono e cansaço podem prejudicar seus estudos.
Distribuição do tempo: estude todas as matérias; tome rapidamente a decisão de começar o trabalho; procure um horário fixo para estudar; (conheça o seu relógio biológico, há pessoas que aprendem melhor pela manhã, outras à tarde e ainda outras à noite ).
Alguns procedimentos metodológicos: avalie o que você aprendeu; estude diariamente; estude sozinho e depois em grupo ou vice-versa. Apontamentos: anote o que achar necessário em cada aula; não faça tarefa de uma aula em outra aula; compare suas anotações com as dos colegas; faça sumários e resumos, mapas, desenhos, ilustrações .
Reflita: sinta o grande prazer da descoberta, do saber e do criar neste maravilhoso jogo da vida. Você pode aprender o que quiser desde que queira realmente aprender e que lhe seja ensinado de forma adequada ao seu jeito de aprender e no seu ritmo de aprendizagem, por isso nunca desanime. O resultado será gratificante.

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz