Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Não teça conjecturas antes do diálogo, pois o resultado pode ser desastroso


Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme
Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
 

Vou aqui reescrever uma história ou estória que ouvi há muitos anos,desconheço o autor mas sei que é de domínio público pois me passada oralmente deste a minha longínqua infância.                     

Um motorista levou seu carro para lavar, por algum problema qualquer o lavador do carro não voltou ao porta-malas o macaco.

Sem se dar conta deste fato o motorista viaja por uma estrada rural.

Já tarde da noite, fura um pneu. Quando o motorista vai trocar o pneu não encontra o macaco. Nervoso, preocupado, sem saber o que fazer olha e vê ao longe uma casa com as luzes acessas e um caminhão na porta, então pensa:

_ Bom, se a luz está acessa, provavelmente os moradores ainda estão acordados, se há caminhão, há macaco.  Vou até lá e peço emprestado o macaco.

Assim pensando pôs-se a caminhar até chegar a casa, mas durante o trajeto foi fazendo as conjecturas e dialogando mentalmente com o morador:

_ Por favor, meu senhor, pode me emprestar um macaco?

_ Como? O senhor sabe que horas são? Vem nos acordar para pedir um macaco emprestado?

_ Desculpe-me senhor, é que estou sem macaco na estrada com um pneu furado e eu vi a luz acessa achei que o senhor estava acordado, e vi também o caminhão na porta e tive certeza que teria um macaco para me emprestar.

_ Que irresponsável é o senhor, sai na estrada à noite sem macaco, precisa planejar melhor sua vida...

_ Não é, sabe, é que levei o carro para lavar e não voltaram o meu macaco para o porta-malas.

A essa altura dos acontecimentos ele havia chegado à porta da residência e batendo na porta foi atendido por um senhor simples que lhe disse:

_ Boa noite, quem é, o que deseja?

Com a cabeça fervendo com conjecturas desastrosas, o motorista responde:

_ Enfie o seu macaco onde você quiser...”

Às vezes fazemos isso com as pessoas em geral e especialmente com os educandos.

Aprender a ouvir, ouvir as pessoas, especialmente ouvir os educandos é o caminho mais curto para compreensão, para o diálogo e para o entendimento,  percorrendo mais rapidamente o longo caminho entre a teoria e a prática.

Riquezas contidas na mente de um educador responsável como:entusiasmo, amor, alegria, paz, compromisso, união, ação, respeito precisam ser trabalhadas...

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz