Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

sábado, 30 de março de 2013

PÁSCOA, PAPA FRANCISCO E CHOCOLATE

                          Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira no3 - Patrono: Luiz de Queiroz

         
            Mais uma Páscoa se aproxima, e além das solenidades da Igreja com os ofícios religiosos que se fazem no tempo da Quaresma atingindo seu ápice nesta Semana Santa a fim de chamar e acolher os cristãos nas rezas e lembranças da Paixão, Morte e Ressurreição Daquele que, enviado pelo Pai e sendo a segunda pessoa da Santíssima Trindade, se entregou na Cruz para salvar a Humanidade do pecado. Jesus Cristo que, após ser desprezado, humilhado e tão judiado foi crucificado, morto e sepultado por amor aos homens, mas, sobrepujou a morte, e “ressuscitou” deixando como herança, com seu exemplo de sofrimento e sacrifício, nosso maior prêmio, a “Vida Eterna”. Esse tempo de contrição, jejum, esmola e abstinência, revisões e reflexões existe, para que a fé seja relembrada, revigorada e fortalecida. Mais esperança nesta vida tão aturdida e repleta de defeitos, erros e contradições, como também maior consciência no tratamento decente e solidário nas famílias e ao próximo, sobretudo em suas maiores necessidades. Caridade, recolhimento e despojamento, apoio e dedicação, sempre serão imprescindíveis para o melhor andamento e a melhor organização da convivência fraternal mais justa neste mundo.
            Excepcionalmente, este ano surgiu Francisco (nascido Jorge Mario Bergóglio, o novo Papa eleito após a renúncia de Bento XVI), homem integro, um jesuíta honrado, reto de caráter, formação religiosa vigorosa, convicto de suas decisões, cultíssimo, cujas ideias e ideais atingem seu clímax na sua “naturalidade”. Homem antes de tudo, que elege em sua honesta simplicidade, a moderação dos seus hábitos e o amor aos fiéis e, sobretudo aos pobres, à paz, a alegria e a ternura como fatores primordiais para as grandes reformas e mudanças que precisam ser feitas na Igreja, principalmente naqueles membros que, “botando os pés pelas mãos” andavam “bagunçando tudo” tirando muita coisa do seu devido lugar (convenhamos que a nossa Igreja, infelizmente tinha “ranço” demais, uma das causas que forçaram a saída do Papa anterior que não apoiava barbaridades que estavam acontecendo e que precisavam de um “basta” para isso...), mas Papa Francisco, um homem correto a, sem aceitar tanta leviandade, comodidade e conforto exagerados, traz consigo, sobretudo, a “esperança”, e, não vai “deixar barato, não”! Vai sair por aí, se Deus quiser, em busca de seu rebanho, naturalmente, sem ostentação, pose ou empáfia, colocando os valores da Igreja onde eles devem estar conscientes, sorriso no rosto e mãos sempre estendidas ao povo esperançoso que o proclama, trazendo com seu trabalho e presença nesta vida, a verdade e os dogmas sérios que ele aprendeu, defende e ensina, no melhor estilo que se poderia almejar.
            Bem-vindo seja Papa Francisco, confrade de Padre Anchieta e Manuel da Nóbrega da Ordem dos jesuítas criada por Santo Inácio de Loyola, que traz por acréscimo, o nome do Santo italiano (Francisco de Assis), fundador da Ordem Franciscana. Com isso, inúmeros frades vieram através dos tempos, com as mesmas características de humildade, simplicidade, cultura e crença inabalável em Deus, a fim de cumprir sua sagrada missão aqui na Terra, aos quais  o mundo só tem a agradecer!
            Uma feliz Páscoa de Jesus Cristo a todos!
(E, agora, vamos aos “chocolates”...).

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz