Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (crédito da foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

sexta-feira, 12 de abril de 2013

A felicidade reside nas coisas simples

 Marisa F. Bueloni
Cadeira no 32 - Patrono: Thales Castanho de Andrade
É verdade. Para mim, juro por Deus, a felicidade reside nas coisas simples da vida. Café, pão e manteiga, bolo de fubá, banana prata amassada com aveia... Um cheiro bom de chuva, de terra molhada, o vento das manhãs para secar o cabelo ao sol!... Uma toalha felpuda, perfumada. Um bom livro. Ficar deitadinha, com um cobertor, vendo tevê num dia frio. A vitória do meu tricolor, seja lá onde for...
Enfim, uma casa limpinha, cheirosa, a gente quietinha, rezando o terço. Saúde no corpo e na alma! Ah, Deus Pai!... A vida é tão bonita. Sentimos alegria no coração, quando há paz, harmonia e saúde à nossa volta.
No entanto, nem sempre é assim. Lutamos com problemas, dissabores, e o imponderável da vida. Amamos, sofremos, choramos. Minha mãe sempre dizia: “ninguém vive num mar de rosas”, e eu adorava essa frase repetida a cada nova dificuldade que tínhamos pela frente.
Contudo, na sabedoria simples e maravilhosa de minha mãe, ela também sabia consolar e orientar, alertando que olhássemos para trás, para baixo, pois sempre haveria quem estivesse passando por lutas bem maiores que as nossas.
Este reconhecimento saudável faz de nós pessoas bem resolvidas, capazes de lidar com os problemas de forma que eles nos façam crescer para sermos melhores, mais solidários, mais participativos da vida em comunidade, ajudando-nos uns aos outros.
Às vezes, a felicidade está nas tarefas triviais do dia-a-dia. Comecei uma faxina de lascar na casa! Organizei tudo de novo. Até bijuterias velhas e feias joguei fora. E doei o que já não usava mais.
     Vem uma sensação apaziguadora dentro do coração, depois de tudo isso feito. A casa fica maior, porque o móvel desocupou lugar. O armário “respira” melhor, porque as roupas ficam mais arrumadas dentro dele. Enfim, uma coisa puxa a outra e vamos vendo que é bom repartir, partilhar e dar um destino adequado àquilo que já foi muito útil para nós.
     Sempre sabemos de alguém passando dificuldades, e que aceita roupa, sapato, bolsa, cobertores e até móveis. Quando me mudei da chácara para a cidade, dei tapetes,  louças, as cadeiras de piscina, mesa de churrasqueira, vasos com plantas, tanta coisa!
Vim embora para a casa nova com o mínimo necessário. Sou fã do "menos é mais" e quero ter pouca coisa. Fujo feito o diabo da cruz dessas geringonças que fazem o vinagrete num piscar de olhos e vêm com 10 lâminas diferentes.
     Outro dia, notei duas meias de lã (que eu adoro) com alguns furos. Já costurei. Não uso com o furo, entende? Costuro, pelo menos. Prezo minhas coisas e uso tudo com tanto cuidado, que duram uma eternidade. Opto por estilos clássicos, que sobrevivem a cada novo modismo e assim vou tocando o barco.
     Creio que este é o segredo. Saber que a felicidade reside nas coisas simples da vida. Viver com o necessário. Se tenho dois e está bom assim, por que comprar mais um? E calar aquele apelo consumista sem sentido, que não leva a nada. Vez ou outra, claro, fazer aquele passeio socrático por aí e ver que há muita coisa no mundo da qual, absolutamente, não temos a menor necessidade..

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz