Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras 2018/2021

Presidente– Vitor Pires Vencovsky
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeira Secretária – Ivana Maria França de Negri
Segunda Secretária – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Primeiro Tesoureiro – Edson Rontani Junior
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal
Gustavo Jacques Dias Alvim
Alexandre Neder
Walter Naime

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Evaldo Vicente
Antonio Carlos Fusatto
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto



Seguidores

domingo, 7 de abril de 2013

Lançamento do livro infantil em Braille "Quatro Contos em Quatro Cantos"

As autoras integram a Academia Piracicaba de Letras 
Leda Coletti, Ivana Negri e Carmen Pilotto

O livro infantil Quatro Contos em Quatro Cantos, que tem como autoras as escritoras Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto, Ivana Maria França de Negri, Leda Coletti e Maria Emília Leitão Medeiros Redi (in memoriam) teve sua primeira edição patrocinada pela empresa MANETONI e foram distribuídos 2000 exemplares.
As ilustrações das histórias foram criadas por Erasmo Spadotto.
Na segunda edição foram impressos mil exemplares com o apoio da  SEMAC ( Secretaria Municipal de Ação  Cultural) e foram distribuídos durante a inauguração da nova Biblioteca Municipal em 2011.
Esta terceira edição, em Braille, editada pelo Instituto Pró-Visão com transcrição teve revisão para o Braille por Carlos Peres e Fabiano Matos da Gráfica PRÓ-BRAILLE - PRÓ-VISÃO (Av. Andromeda, 3061, Bosque dos Eucaliptos São José dos Campos SP), e foi patrocinada pela FEALQ (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz) .
A diagramação e a editoração eletrônica foram feitas por Rodrigo Roveri, Gráfica Copcentro - São José dos Campos SP
  
                                           http://fealq.org.br/
  

O lançamento da obra em Braille será no dia 12 de abril, no Museu da ESALQ, às 18h. Haverá também uma exposição denominada "Jardim Sensorial"  projetada pelo Acadêmico  João Paulo Sucupira Neves, aluno do sexto ano do curso de agronomia, e contará com a colaboração do Grupo de Paisagismos GEP e do Professor Lindolpho Capellari Jr.
O Jardim Sensorial é composto de ervas aromáticas, sementes, fontes e descritivos em Braille para os convidados.
Também o grupo vocal da ESALQ, regido pela maestrina Cíntia Pinotti, vai se apresentar no evento .

Dorinha Vitti Kennedy, professora de Origami, vai expor alguns trabalhos relacionados  aos personagens do livro para que possam integrar o caminho sensorial.


O livro não será vendido e sim doado às instituições, associações, bibliotecas e afins, que trabalhem com deficientes visuais.
Os interessados em obter um exemplar podem entrar em contato com as autoras.


Ilustrador Erasmo Spadotto


Autoras: Maria Emília Redi (in memoriam), Leda Coletti, Carmen Pilotto e Ivana Negri

Realizando um sonho
Ivana Maria França de Negri

            Todo escritor compara o lançamento de um livro ao nascimento de um filho. E de fato, os dois acontecimentos têm muitas semelhanças.
            Primeiro, vem o desejo de ter um livro publicado. Em seguida, acontece o casamento entre as ideias e as palavras. Tem o tempo da gestação, que é o período  entre o escrever e a publicação. E quando o exemplar está prontinho, vem o ápice da felicidade, que é sentir a textura da capa, o cheiro de papel novo, o prazer de folheá-lo, sorver cada palavra impressa, e a alegria de saber que se pode, enfim, compartilhá-lo com o mundo.
            É assim que me sinto ao ver nosso livro transcrito para o Braille, pronto para que crianças ávidas por conhecimento e portadoras de alguma deficiência visual, possam se encantar com nossas histórias e se emocionar.
            Eu e mais três amigas escritoras: Carmen Pilotto, Leda Coletti e Maria Emília Redi, tivemos há alguns anos, a ideia de escrever um livro de histórias infantis que fosse voltado à conscientização no trato com a natureza, com os animais, que falasse de ecologia, amizade, família,  e trouxesse mensagens positivas, além de figuras para pintar e  quebra-cabeças para as crianças recortarem e montarem.
            Nascia então o Quatro Contos em Quatro Cantos, bancado em sua primeira edição, pela empresa Manetoni e os dois mil exemplares foram distribuído às crianças de várias escolas. O ilustrador das histórias é o artista gráfico Erasmo Spadotto.
A segunda edição teve o apoio da Secretaria Municipal de Ação Cultural, através do Fundo de Apoio à Cultura, e mais mil exemplares foram editados e distribuídos durante a inauguração da nova Biblioteca de Piracicaba.
As quatro historinhas, para crianças de todas as idades, têm como temática a poluição do ar e dos rios, devastamento das florestas e uma delas ainda conta a história de um dragão moderno que fala internetês e convoca, através do Facebook, dragões do mundo inteiro para uma conferência para salvar o planeta.
Agora o nosso sonho de ver esse livro transcrito para o Braille acaba de se realizar, patrocinado pela FEALQ – Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz.
Maria Emília Redi partiu precocemente para outro plano, mas certamente, de onde estiver, deve estar muito feliz com essa edição e por saber que sua historinha continua viva e vai alegrar muitas crianças com necessidades especiais.
O lançamento do livro, no próximo dia 12 de abril no Museu Luiz de Queiroz, contará com a apresentação do Coral Luiz de Queiroz, regido pela maestrina Cíntia Pinotti, sendo o repertório, o mesmo que foi tocado recentemente em Coimbra, Portugal.
Um Jardim Sensorial será montado para que as pessoas sintam texturas e aromas, projeto idealizado pelo acadêmico de agronomia  João Paulo Sucupira Neves. E também Dorinha Vitti Kennedy, professora de Origami, preparou uma bela exposição  com personagens das histórias
O livro não será vendido e sim doado às instituições, bibliotecas, entidades e pessoas que trabalhem com deficientes visuais.  E para obter um exemplar, é só entrar em contato com as autoras.

Notícias do Campus da ESALQ

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

1-Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
2-André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
3-Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
4-Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
5-Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
6-Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
7-Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
8-Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
9-Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
10-Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
11-Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
12-Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
13-Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
14-Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
15-Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
16-Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
17-Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
18-Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
19-Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
20-Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
21-Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
22-João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
23-João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
24-Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
25-Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - cadeira no 26 Patrono Nelson Camponês do Brasil
26-Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
27-Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
28-Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
29-Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
30-Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
31-Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
32-Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
33-Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
34-Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
35-Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
36-Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
37-Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
38-Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
39-Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
40-Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz
Lino Vitti - Acadêmico Honorário (in memoriam)