Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras 2018/2021

Presidente– Vitor Pires Vencovsky
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeira Secretária – Ivana Maria França de Negri
Segunda Secretária – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Primeiro Tesoureiro – Edson Rontani Junior
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal
Gustavo Jacques Dias Alvim
Alexandre Neder
Walter Naime

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Evaldo Vicente
Antonio Carlos Fusatto
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto



Seguidores

sexta-feira, 19 de julho de 2013

A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

               


Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira no3 - Patrono: Luiz de Queiroz
  
            A Jornada Mundial da Juventude, que desta feita acontecerá no Brasil de 23 a 28 próximo no Rio de Janeiro contará com a presença do nosso novo Papa católico Francisco, jesuíta, da Ordem de Santo Inácio de Loyola, que traz como característica principal sua grande preocupação de aproximar-se da pobreza, isto é, das “periferias pobres e carentes” que tem marcado em muito e sempre, a sua conduta de vida. Papa Francisco em sua simplicidade e descontração e mais do que tudo, pela sua “improvisação e espontaneidade” tem convencido e aliviado os fiéis de uma antiga “rigidez” que a Igreja impôs por muito tempo de sua existência entre eles. “A compreensão da realidade da vida” de cada um é tão nítida e respeitada pelo Pontífice que, com toda a certeza conseguirá atrair cada vez mais crentes, que haviam se afastado da sua fé, por esta mesma “realidade” aos quais não podiam se esquivar.
Há que se levar em consideração a responsabilidade nesses diálogos da “Jornada” de acolher uma gama de jovens de muitas raças, crenças e nacionalidades, cristãos, judeus, protestantes, muçulmanos, por exemplo, que desejam ardentemente comunicarem-se entrelaçados, a fim de grandes reflexões tanto para uma maior tolerância em seus pensamentos e costumes, como para tirar não só suas dúvidas, como chegar a conclusões primordiais, onde todos possam se inter-relacionar mais lógica, amigável e normalmente, de uma maneira clara, sem vaidades ou competições tão maléficas e improdutivas, vislumbrando sobremaneira a paz e o amor entre os homens conhecendo, sobretudo o “outro”, como prioridade total. Um desafio muito grande, cuja base se fixa nas palavras de Francisco, que esclarece: “Todos nós temos o dever de fazer o bem, e, este mandamento para que todos possam fazer, eu acho, é um belo caminho para a paz”. E continua, com essas suas próprias palavras que dizem: ”Se nós, cada um fazemos o bem para os outros, pouco a pouco faremos “a cultura do encontro”. “Precisamos muito disso”, afirma! E bate sempre na mesma tecla: “Devemos conhecer um ao outro fazendo o bem”. E, com certeza, esta será a tônica de base da Jornada Mundial da Juventude, que resumindo será o “Amor ao próximo”, porque somente este Amor conseguirá redimir a Humanidade, e ela nestes dias estará nas mãos dos jovens que são as mais certas e produtivas.
Papa Francisco afirma que todas as pessoas podem ser santas, basta ajudar com boa bondade, repartir com generosidade e fazer sempre justiça de todo coração. Daí concluirmos que nestes dias de muita emoção, oração, união e congraçamento já se vislumbram muito interesse, sensatez, seriedade e fraternidade para nosso planeta tão desnorteado e carente, mas, abençoado pelo Cristo Redentor que, de braços abertos acolherá tantos jovens do mundo inteiro.
Torçamos e rezemos muito para o grande sucesso dessa empreitada de fé, espiritualidade concretizada e esperança imprescindíveis, que levarão ao encontro de um mundo melhor, meta primordial dessa Campanha iluminada por Deus!


            

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

1-Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
2-André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
3-Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
4-Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
5-Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
6-Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
7-Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
8-Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
9-Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
10-Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
11-Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
12-Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
13-Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
14-Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
15-Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
16-Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
17-Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
18-Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
19-Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
20-Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
21-Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
22-João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
23-João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
24-Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
25-Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - cadeira no 26 Patrono Nelson Camponês do Brasil
26-Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
27-Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
28-Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
29-Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
30-Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
31-Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
32-Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
33-Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
34-Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
35-Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
36-Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
37-Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
38-Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
39-Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
40-Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz
Lino Vitti - Acadêmico Honorário (in memoriam)