Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras 2018/2021

Presidente– Vitor Pires Vencovsky
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Ivana Maria França de Negri
Segundo Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Primeiro Tesoureiro – Edson Rontani Junior
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal
Gustavo Jacques Dias Alvim
Alexandre Neder
Walter Naime

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Evaldo Vicente
Antonio Carlos Fusatto
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto



Seguidores

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Eterno Natal

 Marisa F. Bueloni
Cadeira no 32 - Patrono: Thales Castanho de Andrade
 
     Houve uma vez um Natal e ele era um sonho. Todos os sonhos de Natal estavam dentro de mim e eu estava dentro deles, numa espécie de osmose espiritual, que revolucionou os elementos à minha volta e me levou ao êxtase sublime.
     Nada aconteceu. Foi uma vertigem de nadas. Contudo, era um Natal que eu esperara com todas as minhas forças e ele não veio. A data chegou, mas o Natal não. Eu procurei pelos quartos da casa e não havia mais o que eu buscava. Ainda que o cheiro dos frutos e guloseimas natalinos ardesse nas minhas narinas.
     Parando diante dos porta-retratos, das fotos dos meus lindos que já partiram, perdi-me entre as inúmeras recordações. Épocas em que o espírito natalino enchia nossa alma de alegrias. Meu pai e minha mãe no comando de tudo, pessoas amadas em volta de uma mesa maravilhosa. Vultos que hoje são lembranças de um passado tão belo e tão intenso!
Mas a festa singela que agora crescia dentro de mim possuía uma outra forma e era esta que eu buscava. Não mais o Natal das ceias e comidas fabulosas, dos doces e    sobremesas fantásticas. Brindes, presentes, barulho, ruídos. Não. Às vezes, desenhamos uma noite natalina silenciosa dentro do nosso coração.
Então, meu peito ansiava apenas por um presépio que me trouxesse a manjedoura de palhas, o Menino envolto em panos, Jesus, Maria e José. Desejava ver os pastores e as ovelhinhas. O ambiente da noite fria no estábulo, a estrela-guia completando a cena tão doce. Desejei ardentemente esta doçura que se perdeu ao longo do tempo. Eu queria o próprio tempo.
     Naquele momento tão íntimo, as lágrimas me trouxeram o que eu procurava. Meu pranto se transformou em pura fé. Caminhei pela estradinha até Belém, e o gramado que eu via era uma planície onde deitar a alma para repousar em verdes pastagens, como no Salmo 23.
     Havia algo na bruma do tempo, uma gruta, talvez. Algo para se olhar de longe, intocável e sagrado.
     Eterno Natal, não se perca mais de mim! Volte sempre, por favor. Seja para mim esta data em que me recolho para pensar em Deus e naqueles a quem amo de todo o meu coração.
Nos que já partiram, mas se tornam cada vez mais presentes.
     Neste Natal, quem tiver condições de sair distribuindo panetones e brinquedos, que o faça. Haverá mil mãozinhas à espera deles. Se for possível pedir perdão ou perdoar alguém de modo especial e, se houver a reconciliação, este será certamente um feliz Natal.
Quero lhe dizer: eu gosto de você, caro leitor. Mas não sei muito bem quem você é; não sei como vive; o que pensa da vida e do mundo. Se quiser me contar, estou aqui. Gosto de você e não quero amá-lo só porque é Natal. Que seu coração se encante em todos os dias do ano.
Eis que nos encontramos neste espaço e para mim é uma honra e um privilégio. Este Natal agora é eterno e ilumina meu caminho, minha estradinha até Belém. Eu o encontrei e não vou perdê-lo jamais! Feliz Natal!

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

1-Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
2-André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
3-Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
4-Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
5-Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
6-Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
7-Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
8-Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
9-Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
10-Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
11-Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
12-Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
13-Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
14-Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
15-Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
16-Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
17-Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
18-Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
19-Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
20-Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
21-Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
22-João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
23-João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
24-Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
25-Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - cadeira no 26 Patrono Nelson Camponês do Brasil
26-Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
27-Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
28-Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
29-Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
30-Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
31-Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
32-Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
33-Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
34-Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
35-Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
36-Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
37-Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
38-Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
39-Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
40-Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz
Lino Vitti - Acadêmico Honorário (in memoriam)