Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras 2018/2021

Presidente– Vitor Pires Vencovsky
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeira Secretária – Ivana Maria França de Negri
Segunda Secretária – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Primeiro Tesoureiro – Edson Rontani Junior
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal
Gustavo Jacques Dias Alvim
Alexandre Neder
Walter Naime

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Evaldo Vicente
Antonio Carlos Fusatto
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto



Seguidores

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ano novo, velhas profecias

 Marisa F. Bueloni
Cadeira no 32 - Patrono: Thales Castanho de Andrade
 Logo mais, estaremos iniciando um novo ano com as mesmas boas expectativas de praxe. Mas, neste ano que se finda, pudemos constatar que as mudanças climáticas e os inquietantes fenômenos da natureza estão ocorrendo a olhos vistos. O aquecimento global já se tornou um tema dominado pela maioria das pessoas, tão forte tem sido o apelo dos meios de comunicação.

    À medida que tais fenômenos se manifestam de forma assustadora, as chamadas “mensagens proféticas” relacionadas ao fim dos tempos intensificam o seu tom de urgência final, alertando para os acontecimentos dos próximos anos. É preciso muita prudência para com este tipo de matéria, uma vez que está relacionada também à espiritualidade.

    Assim, enquanto a Igreja se debruça cuidadosamente sobre alguns casos de “revelações particulares” para estudá-las, o povo de Deus sente-se cada vez mais atraído por muitas destas manifestações. Consta que há um bom número dos chamados “mensageiros” no mundo de hoje, recebendo, por meio do poder e da luz do Espírito Santo, palavras de aviso e de ordem quanto ao futuro da humanidade.

    Assim como o Senhor interferiu diversas vezes na história humana conforme relatos bíblicos, crê-se que estaria havendo, no atual momento, este mesmo tipo de fenômeno espiritual: as forças do Céu se abaixam para vir falar aos da Terra e comunicar-lhes alguns mistérios e segredos que estariam para se cumprir, dentro do nosso tempo. Tratar-se-ia de um grande derramamento da misericórdia divina, sobretudo visando à conversão da humanidade. Uma advertência, um aviso, designado como “correção da consciência”.

    É conhecido o fato de que, há três décadas, a Virgem Santíssima vem aparecendo em Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina, transmitindo ao mundo suas mensagens de amor e de paz. Nos anos 80, início das aparições, ela teria revelado 10 segredos a seis confidentes. Os estudiosos afirmam que as aparições da Virgem acenam para um “novo tempo”, procurando despertar em nós “um sentido de espera dos acontecimentos apocalípticos, para a humanidade e para toda a criação”.

    Em boa parte dos textos proféticos aparece uma pergunta crucial: “Vós estais preparados?”. A muitos confidentes é revelado o momento da “iluminação da consciência”, quando tudo parará e cada um verá a condição, o estado de sua alma. A Virgem diz: “É uma ‘antecipação’ do calor de Deus, para permitir que saibais quão preciosos sois, quão real Deus é, e como e por que fostes criados. Esta Luz é a Luz do Amor de Deus”.

    Tais promessas enchem nossos corações de fé e esperança, sobretudo neste vislumbre de um novo tempo em que povos e nações, abrasados pelo amor divino, superem as barreiras do ódio e da beligerância.

    Possam estes fenômenos místicos nos consolar, descortinando para nós o reino de justiça, amor e paz. E que neste novo ano possamos refletir com seriedade e espírito crítico sobre o nosso futuro na Terra.   

    Caro leitor, desejo um ano novo de muito amor, prosperidade, saúde e paz!

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

1-Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
2-André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
3-Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
4-Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
5-Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
6-Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
7-Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
8-Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
9-Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
10-Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
11-Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
12-Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
13-Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
14-Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
15-Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
16-Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
17-Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
18-Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
19-Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
20-Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
21-Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
22-João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
23-João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
24-Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
25-Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - cadeira no 26 Patrono Nelson Camponês do Brasil
26-Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
27-Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
28-Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
29-Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
30-Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
31-Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
32-Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
33-Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
34-Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
35-Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
36-Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
37-Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
38-Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
39-Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
40-Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz
Lino Vitti - Acadêmico Honorário (in memoriam)