Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Nélio Ferraz de Arruda

Colaboração do Acadêmico Antonio Carlos Fusatto
Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda

Meu Patrono

Nélio Ferraz de Arruda, filho de Fernando Ferraz de Arruda Pinto e de Anna Cândida de Mello Ferraz, nasceu em Piracicaba, SP, aos 22 de dezembro de 1915. Fez, inicialmente, o curso primário na Escola Mista da Fazenda Milhã – sob a direção de sua genitora, concluindo-se no Grupo Escolar Modelo, anexo à Escola Normal Oficial de Piracicaba 30 e 40 anos).
Continuando seus estudos na Escola Normal, nela completou o curso ginasial e o curso de Formação do Professor, participan¬do neste da “Guerra Alfabetizadora”, organizada pelo Prof. Thales Castanho de Andrade, movimento de caráter regional visando exterminar o analfabetismo. Em 1938 lecionou na Escola Rural da Fazenda Milhã, seguindo, no ano posterior, para Lins, onde, como Oficial do Registro Civil, trabalhou no cartório do seu tio, Dr. Bento Ferraz de Arruda Pinto.
Nessa oportunidade colaborou nos jornais “O Progresso” e a “Folha”, de Lins. Voltando à terra natal, aceitou proposta do Rádio Clube de Piracicaba, ingressando no seu quadro de locutores. Pou¬co tempo depois se tornava locutor-chefe, diretor artístico, redator, secretario, etc.
Em 1945, após concurso realizado em São Paulo, deixa a PRD-6, já com nova denominação (Rádio Difusora de Piracicaba) e vai lecionar Português no SENAI, na capital.
Com a criação de uma unidade do Serviço Nacional de Apren¬dizagem Industrial, em Piracicaba, transfere-se para esta localidade em fins de 1947. Ainda em São Paulo, participa da fundação de uma associação que congregaria os radialistas do estado. Passa a pertencer às seguintes associações: APISP – Associação dos Profissionais de Imprensa de São Paulo, Associação Paulista de Escritores e, pos-teriormente, à União Brasileira de Escritores.
Em 06 de outubro de 1963, foi eleito Vice-Prefeito de Piracicaba. Com o falecimento do Prefeito Municipal, Comendador Luciano Guidotti, em 07 de julho de 1968, assumiu a direção do município, cargo que ocupou até 31 de janeiro de 1969, completando assim o mandato.
Participou de cursos de aperfeiçoamento para professores de Português na capital paulista, no Rio de Janeiro e em Campinas, visitando ainda, nesse propósito, várias cidades do norte e nordeste do país. Contratado pelo MEC e CENAFOR, ministrou curso de comunicação para professores e instrutores do ensino profissional, em São Paulo.
Foi membro da Academia Piracicabana de Letras, ocupan¬do a cadeira número 60, cujo patrono foi o Dr. Antônio Pinto de Almeida Ferraz; foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santos. Recebeu a Comenda da Ordem da Solidariedade; diploma e medalha “Marechal Cândido da Silva Rondon”, da Sociedade Geográfica Brasileira; diploma e medalha “Prof. Thales Castanho de Andrade”; diploma e medalha “Honra ao Mérito”, da Prefeitu¬ra Municipal de Piracicaba (Bicentenário da cidade); medalha de “Honra ao Mérito”, do Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo; medalha de “Honra ao Mérito”, do SENAI. Homenageado com cartões de prata, também por serviços prestados, pelas seguintes entidades: Liga Piracicabana de Futebol; Comissão Municipal de Esportes; Centro Rural de Tanquinho; Casa Transitória “Cesário Mota Filho”, de Piracicaba; Escola Técnica de Comércio do Institu¬to Educacional “O Piracicabano”; Escola Normal e Colégio Assun¬ção de Piracicaba; Prefeitura Municipal de Rio das Pedras; Associação dos Funcionários Municipais de Piracicaba, etc. Recebeu ainda certificado do “Curso de Métodos Ativos Aplicados no Ensino de Português”, do Centro de Educação Técnica de São Paulo; Certifi¬cado da Fundação Centro Nacional de Aperfeiçoamento do Pessoal para a Formação Profissional, do curso sobre “Planejamento de En¬sino e Utilização de Novo Material Didático”; diploma do 10 Ciclo de palestras da Associação Paulista de Municípios; Certificado de conclusão de curso sobre “A Propriedade Industrial”, e “A Empresa e a Sociedade”, do Instituto de Pesquisas e Estudos Jurídicos, curso esse ministrado pelo Prof. Remo Franceschelli, Catedrático de Di-reito Comercial da Faculdade de Direito da Universidade de Milão, Itália; Certificado do Curso Extra-Curricular sobre “O Novo Direito Comercial e o Ante-Projeto do Código Civil”, prelecionado pelo Prof. Waldírio Bulgarelli, da Faculdade de Direito de São Carlos; Certificado de Aproveitamento do Curso de Folclore, ministrado pelo Dr. João Chiarini, com a colaboração do Prof. Hugo Pedro Carradore, promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo do Estado de São Paulo, Comissão estadual de Folclore e Artesanato e Centro de Folclore de Piracicaba.
Pronunciou várias palestras em estabelecimentos de ensino primário, secundário e superior, em clubes de serviço, associações de classe e entidades oficiais da Capital do Estado de São Paulo e do interior. Pertenceu ao Rotary Club “Cidade Alta”, do Distrito 462. Publicou trabalhos em jornais e revistas de Piracicaba, São Paulo, Campinas, etc.
Bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito de São Carlos, do Instituto Paulista de Ensino Superior Unificado, diplomou-se na Turma “Presidente Médici”.
Casado com a Profa. Nilde Freidemberg Ferraz de Arruda, tiveram dois filhos: Dra. Neliane Ferraz de Arruda Silveira, pesquisadora cientifica do Ital (Instituto Tecnológico de Alimentos, em Campinas), casada com o Dr. Expedito Tadeu Facco Silveira; e Engenheiro-Civil Nilson Ferraz de Arruda, empresário e construtor, ex-presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Piracicaba e inspetor-chefe do CREA-SP, casado com a Sra. Vera Lúcia Durrer, servidora da ESALQ/USP, Piracicaba, SP.
Com a reestruturação e adequação da APL – Academia Piracicabana de Letras, em 2009, para atender à Legislação vigente, o Prof. Nélio foi indicado pelo Acadêmico Antonio Carlos Fusatto, para ser patrono de sua cadeira, de número 6.

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Barjas Negri - Cadeira no 5 - Patrono: Leandro Guerrini
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Raquel Delvaje - Cadeira no 40 - Patrono Barão de Rezende
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz