Rio Piracicaba

Rio Piracicaba
Rio Piracicaba cheio (foto Ivana Negri)

Patrimônio da cidade, a Sapucaia florida (foto Ivana Negri)

Balão atravessando a ponte estaiada (foto Ivana Negri)

Diretoria

Diretoria da Academia Piracicabana de Letras

Presidente– Gustavo Jacques Alvim
Vice-Presidente– Cassio Camilo Almeida de Negri
Primeiro Secretário – Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Segundo Secretário – Evaldo Vicente
Primeiro Tesoureiro – Antônio Carlos Fusatto
Segundo Tesoureiro – Waldemar Romano
Bibliotecária – Aracy Duarte Ferrari

Conselho Fiscal

Walter Naime
Cezário de Campos Ferrari

Editor e Jornalista Responsável
João Umberto Nassif

Conselho editorial

Antonio Carlos Neder
Ivana Maria França de Negri
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto
Myria Machado Botelho


Seguidores

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

NO MEIO DO CAMINHO

Elda Nympha Cobra Silveira
Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
As vidas vão seguindo em frente sem nenhum traçado, mas com muitas expectativas.
Pais procuram encaminhar seus filhos pelos caminhos que eles conhecem e talvez até escolhidos por eles, que indubitavelmente no seu parecer seria o melhor.
Assim muitos seguem pela vida encontrando pedras para se desvencilharem, outros pensam que a vida é um mar de rosas, aqueles outros não conseguem enxergar o quanto seu caminho é asfaltado, com sinalização, arvoredos e bons ares perfumados para aspirarem e chegarem ao bom termo da vida. Mas, encontram sempre uma árvore no seu caminho para se chocarem ou se desviarem da sua rota. Isso me faz lembrar de uma história que ouvi contar pela minha mãe.
Um menino árabe passava por uma estrada e encontrou uma árvore no meio do caminho. Ele usou sua sombra para descansar e ao despertar percebeu que nela havia frutos saborosos nunca vistos por ele. Faminto, foi subindo nos galhos e apanhou muitos frutos até se saciar, guardando em um odre muitos deles para seus pais e irmãos provarem e que se conservaram naquele lugar úmido. Também guardou suas sementes pensando em plantá-las.
Ao chegar, todos da família se admiraram com aqueles frutos desconhecidos para eles e foram comendo e guardando as sementes e as plantando, conseguindo com o tempo e muita dedicação formar um pomar, com um tipo de fruto incomum naquela região.
Essa família por seus esforços se tornou próspera com técnicas de plantio, fazendo muitas plantações de damasco, e melhorando financeiramente com a venda desses frutos. Nas gerações seguintes começaram selecionando sementes, usando técnicas de apanho, estocagem, como desidratar, fazer compotas, e conseguindo comercialização dos produtos, até para o exterior, bem longe do seu país.
Sua família se uniu cada vez mais e deixou a pobreza pela visão e esforço de todos da família.
Portanto esse menino achou uma árvore no meio do seu caminho e tirou o maior proveito dela.
A vida é assim, se achar uma pedra também poderá usá-la para fazer o melhor uso dela, depende do seu interesse e otimismo. Ela poderá ser um calcário, um granito, um mármore numa pedreira ou uma pedra preciosa, depende do seu entusiasmo força de vontade e visão de futuro.
Nem sempre é um problema, mas sim uma solução.

Nenhum comentário:

Galeria Acadêmica

Alexandre Sarkis Neder - Cadeira n° 13 - Patrono: Dario Brasil
André Bueno Oliveira - Cadeira n° 14 - Patrono: Branca Motta de Toledo Sachs
Antonio Carlos Fusatto - Cadeira n° 6 - Patrono: Nélio Ferraz de Arruda
Antonio Carlos Neder - Cadeira n° 15 - Patrono: Archimedes Dutra
Aracy Duarte Ferrari - Cadeira n° 16 - Patrono: José Mathias Bragion
Armando Alexandre dos Santos- Cadeira n° 10 - Patrono: Brasílio Machado
Carla Ceres Oliveira Capeleti - Cadeira n° 17 - Patrono: Virgínia Prata Gregolin
Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto - Cadeira n° 19 - Patrono: Ubirajara Malagueta Lara
Cássio Camilo Almeida de Negri - Cadeira n° 20 - Patrono: Benedito Evangelista da Costa
Cezário de Campos Ferrari - Cadeira n° 12 - Patrono: Ricardo Ferraz do Amaral
Edson Rontani Júnior - Cadeira n° 18 - Patrono: Madalena Salatti de Almeida
Elda Nympha Cobra Silveira - Cadeira n° 21 - Patrono: José Ferraz de Almeida Junior
Ésio Antonio Pezzato - cadeira no 31 - Patrono Victorio Angelo Cobra
Evaldo Vicente - Cadeira n° 23 - Patrono: Leo Vaz
Felisbino de Almeida Leme - Cadeira n° 8 - Patrono: Fortunato Losso Netto
Geraldo Victorino de França - Cadeira n° 27 - Patrono: Salvador de Toledo Pisa Junior
Gregorio Marchiori Netto - Cadeira n° 28 - Patrono: Delfim Ferreira da Rocha Neto
Gustavo Jacques Dias Alvim - Cadeira n° 29 - Patrono: Laudelina Cotrim de Castro
Ivana Maria França de Negri - Cadeira n° 33 - Patrono: Fernando Ferraz de Arruda
Jamil Nassif Abib (Mons.) - Cadeira n° 1 - Patrono: João Chiarini
João Baptista de Souza Negreiros Athayde - Cadeira n° 34 - Patrono: Adriano Nogueira
João Umberto Nassif - Cadeira n° 35 - Patrono: Prudente José de Moraes Barros
Leda Coletti - Cadeira n° 36 - Patrono: Olívia Bianco
Maria Helena Vieira Aguiar Corazza - Cadeira n° 3 - Patrono: Luiz de Queiroz
Marisa Amábile Fillet Bueloni - cadeira no32 - Patrono Thales castanho de Andrade
Marly Therezinha Germano Perecin - Cadeira n° 2 - Patrona: Jaçanã Althair Pereira Guerrini
Maria de Lourdes Piedade Sodero Martins - Cadeira n° 26 - Patrono: Nelson Camponês do Brasil
Mônica Aguiar Corazza Stefani - Cadeira n° 9 - Patrono: José Maria de Carvalho Ferreira
Myria Machado Botelho - Cadeira n° 24 - Patrono: Maria Cecília Machado Bonachela
Newman Ribeiro Simões - cadeira no 38 - Patrono Elias de Mello Ayres
Olívio Alleoni – Cadeira n° 25 – Patrono: Francisco Lagreca
Paulo Celso Bassetti - Cadeira n° 39 - Patrono: José Luiz Guidotti
Rosaly Aparecida Curiacos de Almeida Leme - Cadeira n° 7 - Patrono: Helly de Campos Melges
Sílvia Regina de OLiveira - Cadeira no 22 - Patrono Erotides de Campos
Valdiza Maria Caprânico - Cadeira no 4 - Patrono Haldumont Nobre Ferraz
Vitor Pires Vencovsky - Cadeira no 30 - Patrono Jorge Anéfalos
Waldemar Romano - Cadeira n° 11 - Patrono: Benedito de Andrade
Walter Naime - Cadeira no 37 - Patrono Sebastião Ferraz